Culinária Chinesa

A culinária chinesa surgiu há mais de 5.000 mil anos, com os primeiros povos da região. Ela é de grande influência nas culinárias de outros países, por exemplo: Japão, Tailândia, Vietnã, além de outros países do sudeste asiático. A gastronomia chinesa faz da China hoje uma das cozinhas mais ricas do mundo todo, com aproximadamente 20 cozinhas regionais e mais de 10 mil pratos diferentes. Desde os últimos 5.000 mil anos, a gastronomia chinesa perdeu pouquíssimo de suas características. A gastronomia da China está e sempre esteve em grande contato com remédios e métodos curativos. Além da exploração medicinal, há também manifestações filosóficas, poéticas, políticas e principalmente religiosas.

Cursos

Uso de “Pauzinhos”

O que é comum na culinária chinesa são os diferentes tipos de cortes dos/nos alimentos. Pedaços pequenos é um exemplo, esse tipo de corte facilita o uso dos palitos – que são tradicionais da cultura. Desde o começo se eram usados pauzinhos e colheres, nunca foram usadas facas, já que a comida vinha partida em pedacinhos e podia facilmente ser pega pelos pauzinhos.

Comida

Características – Cozinheiro

São vários princípios necessários antes de um simples cozinheiro tornar-se um cozinheiro chinês. É fundamental que no local haja equilíbrio entre o sabor, cor, consistência, textura, temperatura e aroma dos alimentos. É costumeiro o uso de mesas redondas para os clientes e nela são distribuídas as comidas de uma só vez, geralmente: arroz, sopa, verdura, pasta ou pão e carnes, aves ou pescados feitos por meio de diferentes técnicas. Para o preparo de uma típica refeição chinesa, o princípio básico necessário é o taoísta do yin e do yang, que são dois opostos que se complementam. Alguns exemplos de yin e yang são a colocação de pratos do tipo: doce e salgado; frio e doce; quente e frio; macio e crocante. E por fim, o resultado é uma típica mistura de sabores que dão água na boca em todos os sentidos. Um bom cozinheiro produz um prato que obedece a quatro regras, possuindo: bom cheiro, cor, gosto e apresentação esmeralda.

Gastronomia Chinesa

Alguns Pratos Típicos

Camarão à moda de Xangai: é um camarão temperado com maizena, sal e pimenta-do-reino. É frito, escorrido, refogado em fogo alto com cebolinha verde e saquê chinês. O resultado é um delicioso camarão com tonalidade cinza e com cerca de 10 cm. Pato de Pequim: este é o prato mais famoso da culinária de Pequim. A pele do bichano é servida depois de ser posta como recheio – junto com vegetais picados, cebolinha e regado com molho doce de ameixa – em panquecas chinesas após ser picada. Já a carne (sem a pele), juntamente com outros ingredientes, é frita e servida. Frango Kung Pao: é uma fritura rasa que combina as diversas partes do frango com amendoim e pimenta. O Frango Kung Pao é agridoce e temperado com pimenta Szechuan. Na maioria das vezes é servido com arroz.

História da Culinária Chinesa

A China é um país onde a preparação e valorização dos alimentos tem sido desenvolvida ao mais alto nível. A cultura chinesa considera cozinhar uma arte. E esta arte tem sido desenvolvida e aperfeiçoada ao longo de muitos séculos.

O Imperador Fu ensinava as pessoas a pescar, caçar, plantar e cozinhar vinte séculos antes de Cristo. No entanto, cozinhar não poderia ser considerado uma arte até a idade da Dinastia Chou, que foi de 1122 a 249 aC.

As duas filosofias dominantes da cultura chinesa são o confucionismo e o taoísmo. Cada um influenciou o curso da história chinesa para o desenvolvimento das artes culinárias. O confucionismo se preocupou com a arte de cozinhar colocando grande ênfase no gozo da vida. Para o chinês o alimento e os amigos são inseparáveis, portanto uma reunião sem o alimento é considerada incompleta e inadequada.

Confúcio amava e respeitava a arte de cozinhar. Ele estabeleceu padrões culinários e etiqueta à mesa adequada. A tradição de cortar os alimentos em pedaços do tamanho da mordida durante a preparação é exclusiva da cultura chinesa. O uso de facas em um jantar chinês é considerado de “mau gosto”.

Pratos da Culinária Chinesa

Pratos da Culinária Chinesa

O pensador ensinou também que a boa cozinha depende da mistura de vários ingredientes e condimentos, em vez do sabor dos elementos individuais. Ele acreditava que para se tornar um bom cozinheiro era preciso primeiro ser um bom casamenteiro. Os sabores dos ingredientes devem ser misturados com harmonia. Sem essa harmonia não há gosto. Também enfatizou o uso da cor e da textura na apresentação do prato. Certamente tudo isso contribuiu para que a culinária chinesa se tornasse uma arte.

O Taoísmo foi responsável pelo desenvolvimento dos aspectos de higiene dos alimentos. Os objetos principais dessa filosofia eram o alimento do corpo e a busca da longevidade. Em contraste com os confucionistas que estavam interessados em o sabor, textura e aparência, os taoístas estavam preocupados com os atributos que dão a vida de vários alimentos.

Ao longo dos séculos, os chineses têm explorado o mundo das plantas, raízes, ervas, fungos e sementes para encontrar elementos que dão vida. Eles descobriram que o valor nutricional dos vegetais poderiam ser destruídos por um cozimento inadequado e que muitos itens tinham valor medicinal. Por exemplo, o gengibre também é usado para aliviar dores de estômago.

Ao contrário de grande parte das cozinhas orientais, a maioria dos pratos chineses é de baixa caloria e possui um baixo teor de gordura. Os alimentos são cozidos utilizando óleos poli-insaturados, e as gorduras animais são pouquíssimas devido à pequenas porções de carnes utilizadas. Os chineses seguindo a filosofia do Taoísmo a 500 anos aC podem ter encontrado as respostas para as dietas de hoje para evitar e tratar diversos problemas de saúde. O estilo da culinária chinesa certamente proporciona a oportunidade de cozinhar e se alimentar de forma saudável.

Dim Sum – O Petisco da Culinária Chinesa

O dim sum é mais do que apenas uma categoria de pratos chineses, é considerado um hábito alimentar. Trata-se de pequenos pratos servidos como lanche ou para a hora do chá. A maioria dos pratos de dim sum é cozida, mas também podem ser fritos ou assados. O que todos os tipos de dim sum têm em comum é que eles são servidos em pequenas porções, do tamanho da mordida, e, normalmente, possuem um sabor forte. O dim sum é de origem cantonesa e muito popular não só na China, mas também em outros países asiáticos.

O dim sum está ligado à tradição chinesa do chá. As casas de chá surgiram para acomodar os viajantes cansados, produtores rurais, e etc. para uma tarde de chá e conversa relaxante. Ainda assim, demorou vários séculos para a arte culinária de dim sum se desenvolver. Houve um tempo em que foi considerado inadequado combinar o chá com alimentos: um famoso médico do século 3 alegou que isso levaria ao ganho de peso excessivo. Como a capacidade do chá para ajudar na digestão e limpar o paladar tornou-se conhecida, os proprietários casa de chá começaram a adicionar uma variedade de snacks aos seus cardápios, e a tradição de dim sum nasceu.

Dim Sum – O Petisco da Culinária Chinesa

Dim Sum – O Petisco da Culinária Chinesa

Hoje, dim sum é servido em toda a China. Entretanto, dizem que o melhor dim sum do país é encontrado em Canton, com sua grande variedade de pratos doces e salgados que variam de almôndegas a bolos doces.

Muitos dos pratos de dim sum são cozidos no vapor ou fritos. Entre os primeiros, você encontrará tudo, como: carne de porco no vapor, pãezinhos assados com carne de porco, bolinhos de camarão, etc. Há também a sobremesa, na qual pastéis de nata são obrigatórios, mas você também pode escolher entre pudim de manga ou de amêndoa. Todos os itens são lavados com uma grande quantidade de chá verde durante a sua preparação.

Se você deseja ter um almoço romântico, então um restaurante de dim sum não é a melhor escolha. Primeiro, porque a atmosfera do local é pouco propícia ao romance, há barulho de bandejas, as pessoas gritando seus pedidos, e grandes grupos de pessoas conversando nas mesas. Além disso, a melhor maneira de desfrutar de um dim sum é com um grupo, caso contrário você vai encher-se de alguns pratos e perder a oportunidade de provar de tudo. Apesar de tudo isso é uma ótima maneira de experimentar uma variedade de gostos e sabores deliciosos.

A Importância do Macarrão na Culinária Chinesa

O macarrão ocupa uma posição importante na cozinha chinesa. Na verdade, ao contrário do que muitos pensam, os chineses foram os inventores do macarrão, e só depois que ele foi levado para a Itália, por Marco Polo só no século 13.

Existem dois tipos de macarrão na cozinha chinesa, de ovos (mien) ou de arroz (bijon), por vezes referido como macarrão de vidro, porque ele parece que foi realmente feito de vidro.

A Importância do Macarrão na Culinária Chinesa

A Importância do Macarrão na Culinária Chinesa

Na cozinha chinesa, o macarrão pode ser servido três maneiras: em uma sopa clara com carne e alguns legumes, misturado com carne e com molho ou sem molho. Geralmente o macarrão de ovos é servido com molho e o de arroz sem.

Ao contrário dos macarrões ocidentais, o macarrão chinês feito de farinha de trigo é geralmente feito de massa salgada e, portanto, não requer a adição de sal na água em estão sendo cozidos. O macarrão chinês também cozinha muito rapidamente, exigindo geralmente menos de 5 minutos para se tornar al dente e alguns levando menos de um minuto para terminar o cozimento. Quanto mais fino for o macarrão menos tempo ele irá gastar para ser cozido. O macarrão chinês feito de arroz ou amido de feijão mung geralmente não contem sal.

A Arte de Comer na Culinária Chinesa

Para entender a arte de comer chinesa você deve conhecer antes a filosofia dos alimentos. Eles devem ser frescos, ter sabor e textura adequados para o consumo. Se o alimento em si é ruim, mesmo o melhor e mais experiente cozinheiro não será capaz de torná-lo saboroso. Como em outras coisas na vida, na alimentação também é preciso evitar os excessos. Nós não devemos comer demais, se queremos ter uma boa saúde. O mesmo se aplica à bebida, que em excesso também pode causar sérios danos à saúde. Entretanto, em pequenas quantidades pode trazer até benefícios.

A Arte de Comer na Culinária Chinesa

A Arte de Comer na Culinária Chinesa

Uma comida simples preparada adequadamente irá garantir uma boa alimentação e uma boa saúde. Tudo na cozinha deve corresponder e há uma ordem para se comer alimentos de sabores diferentes. Normalmente, devemos comer alimentos de sabor salgado e depois partir para uma comida com um sabor mais ácido.

Para um jantar chinês formal, os quatro ingredientes que não podem faltar são: o frango, o pato, o peixe e o porco. Sem estes quatro pratos um jantar formal perderia toda a sua elegância e formalidade.

A absorção de pontos positivos de outras culturas enriqueceu ainda mais o tradicional jantar chinês. Alimentos como filé de carnes, pepino, alface e tomate têm feito boas combinações em jantares chineses. Às vezes, um jantar chinês é encerrado com laranjas, sorvetes e café ao invés do tradicional chá chinês.

Biscoitos Chineses da Sorte

Qualquer pessoa que já tenha ido a um restaurante chinês já provou, ou pelo menos viu, um biscoito da sorte. Estes biscoitos de amêndoa ou baunilha não se tratam apenas de um delicioso petisco, mas também contam com uma surpresa dentro: uma pequena tira de papel com uma previsão do futuro. O biscoito da sorte é um biscoito com um pedaço de papel em seu interior que contem palavras de sabedoria ou uma profecia.

Embora os biscoitos da sorte sejam servidos em restaurantes chineses, eles foram inventados nos Estados Unidos em um restaurante chinês chamado Japanese Tea Garden, localizado em São Francisco. Algumas pessoas afirmam que o biscoito foi inspirado no alimento japonês chamado tsujiura senbei, que está associado com as festividades do Ano Novo em santuários xintoístas. O senbei tsujiura não é doce como o biscoito da sorte que foi projetado para agradar o gosto americano.

Biscoitos Chineses da Sorte

Biscoitos Chineses da Sorte

Após a Segunda Guerra Mundial, um grande número de restaurantes chineses copiou a ideia e os biscoitos da sorte se tornaram muito populares. Eles são servidos como sobremesa após cada refeição em muitos restaurantes. Além de uma mensagem, os biscoitos da sorte também podem conter números da sorte, usados por alguns como números para jogar na loteria.

Apesar de serem encontrados em quase todos os restaurantes chineses fora da China, os biscoitos da sorte são quase desconhecidos no país. Lugares que lhes servem os biscoitos se referem a eles como genuínos biscoitos da sorte americanos.

Para fazer deliciosos biscoitos da sorte e oferecer aos amigos, fique ligado na receita a seguir.

Receita de Biscoitos da Sorte

Ingredientes:

  • 1 clara
  • 1/8 de colher de chá de essência de baunilha
  • 1 pitada de sal
  • 1 / 4 xícara de farinha de trigo
  • 1 / 4 xícara de açúcar

Modo de Fazer:

Receita de Biscoitos da Sorte

Receita de Biscoitos da Sorte

Pré-aqueça o forno a 200º C e unte uma assadeira. Escreva mensagens de sorte em tiras de papel de cerca de 4 centímetros e unte duas folhas de papel. Misture a clara de ovo e a baunilha até formar uma espuma, mas que não seja muito consistente. Peneire a farinha, o sal e o açúcar e acrescente à mistura da clara de ovo.

Coloque colheres de massa sobre as folhas de papel com, pelo menos, quatro centímetros de distância uma das outras. Mova a folha para que a massa fique em formas redondas de cerca de 3 centímetros de diâmetro. Comece com 2 ou 3 biscoitos em cada folha e veja quantos você consegue fazer.

Asse por 5 minutos ou até bolinho adquirir uma cor dourada, o centro deve ficar mais claro. Enquanto uma folha estiver assando, prepare a outra. Retire do forno e remova rapidamente os biscoitos com uma espátula larga. Coloque rapidamente a mensagem dentro do biscoito, perto do meio e dobre-o. Use um copo para fixar o biscoito dobrado. Agora você tem deliciosos biscoitos da sorte para oferecer a quem você desejar.

 A Carne na Cozinha Chinesa

A carne bovina é de longe uma forma bem menos comum na comida chinesa do que a carne de porco. Por isso, quando se ouve falar em carne na culinária chinesa saiba que se trata da carne de porco.

 A Carne na Cozinha Chinesa

A Carne na Cozinha Chinesa

A principal razão pela qual os chineses não comam tanta carne bovina é porque não se trata de um alimento tão versátil quanto a carne de porco. Por exemplo, bolinhos de carne bovina nunca serão tão suaves quanto de carne de porco. No entanto, há algumas receitas que ficam especialmente boas com carne bovina. Você sempre pode usar seu próprio julgamento para escolher entre as carnes bovina ou suína. É importante ressaltar que a carne suína deve ser bem cozida, enquanto a carne bovina pode ser comida mal passada ou até mesmo crua.

Os chineses costumam usar filé ou lombo de carne em fatias e para fritar. Na culinária chinesa não se costuma usar grandes pedaços de carne para não comprometer a maciez. Pedaços e cubos de carne devem ser bem secos antes de serem colocados em uma frigideira quente. Isso permite que os poros da carne sejam selados quando entram em contato com o calor. Ao preparar a carne dessa maneira, haverá muito pouca perda de umidade e ela vai ficar mais suculenta.

Receitas da Culinária Chinesa

O povo da cultura ocidental aprecia muito a comida chinesa devido a sua excelente combinação de sabor e o preço acessível. Além disso, muitos pratos são fáceis de serem feitos, e ao invés de as pessoas verem a culinária chinesa como algo especial, as pessoas podem recriar o glamour dos pratos chineses em sua própria cozinha.

Além de ser fácil de fazer, a principal característica da comida chinesa é que ela traz um sabor especial para a mesa para todos. Do doce e azedo ao picante, do frango à carne de porco, há uma enorme variedade de pratos que podem ser servidos. Além de saborosa, a culinária chinesa é também bastante nutritiva. Ricos em vitaminas, os pratos são muitas vezes preparados no vapor ou fritos.

Receitas da Culinária Chinesa

Receitas da Culinária Chinesa

Muitos pratos da culinária chinesa são bastante famosos, como por exemplo, o porco agridoce e o bolinho chinês, que podem ser servidos com macarrão ou arroz frito. Aqui no Guia da Culinária Chinesa do Cultura Mix você vai encontrar essas e outras receitas deliciosas para você preparar. Confira!

Receitas Chinesas com Tofu

O tofu foi inventado há mais de dois milênios por um sábio chinês e tem sido um alimento muito importante na cozinha chinesa até hoje. Obtido a partir do líquido leitoso extraído da soja, o tofu tem a aparência e a textura de um queijo de pasta mole. É por isso que ele pode ser facilmente combinado com outros ingredientes.

Trata-se de um ingrediente muito usado na culinária chinesa que é fácil de preparar e de uma versatilidade incrível, pois pode ser usado em uma infinidade de maneiras. Seu sabor agradável torna-o adequado para uso em pratos principais, sobremesas e até em bebidas.

Você pode combiná-lo com carne, peixe e outros alimentos do mar. O tofu pode ser cozido, ou frito emergido em óleo até que adquira uma tonalidade dourada. O que torna o tofu ainda mais atraente é a quantidade de nutrientes que possui. Ele é rico em proteínas, não contem colesterol e possui uma grande quantidade de ferro. Além disso, as mulheres chinesas afirmam que ele proporciona uma pele bonita e lisa.

Receitas Chinesas com Tofu

Receitas Chinesas com Tofu

O tofu é geralmente encontrado em blocos retangulares, está disponível a granel, embalado individualmente, seco ou congelado. O tofu fresco pode ser mantido na geladeira ou no freezer, e dura na geladeira por cerca de uma semana se imerso em água trocada a cada dois dias em um recipiente hermeticamente fechado.

É um alimento pronto para comer e pode ser servido quente ou frio, cozido ou cru. No entanto, se você pretende comê-lo cru, deve tomar a precaução de imergi-lo em água fervente para destruir os germes que às vezes se acumulam na superfície.

O alimento pode ser encontrado em diferentes graus de firmeza e consistência. A forma como um prato é preparado determina se deve ser usado um tofu mais mole ou mais firme. O tofu firme mantém sua forma e é mais fácil de cortar, são usados geralmente em receitas com carnes, enquanto que o tofu macio é ideal para sobremesas, sopas e molhos, pois ele se derrete com maior facilidade encorpando esse tipo de prato. Confira a seguir diversas receitas que têm como ingrediente principal o tofu.

Molhos e Temperos na Cozinha Chinesa

Saber como temperar alimentos de forma adequada é tão importante quanto saber a maneira certa de prepará-los. O bom tempero diferencia uma culinária de primeira classe das outras. Os temperos são importantes na cozinha chinesa, porque eles criam os sabores especiais que caracterizam diferentes estilos regionais.

Molho de soja, molho de ostras, óleo de gergelim e caldo de galinha são os temperos mais importantes usados na culinária chinesa. Temperos são usados para realçar o sabor natural dos alimentos e podem ser adicionados antes, durante ou após o processo de cozimento. Na cozinha chinesa, na qual os pratos são comidos com arroz, o ideal é ter um tempero especial para um sabor mais acentuado. E deve reduzir o tempero para um prato principal comido sozinho, sem arroz.

Molhos e Temperos na Cozinha Chinesa

Molhos e Temperos na Cozinha Chinesa

Molhos picantes também são uma característica da comida chinesa. Os três principais sabores de molhos chineses são: mostarda, pimenta e ameixa. Colheres pequenas dos molhos escolhidos são colocadas em tigelas. Na hora de comer um pedaço do peixe, marisco, carne ou ave usam-se os pauzinhos para mergulhar no molho.

Aperitivos populares como rolinhos primavera e rolos de ovos não teriam o mesmo sabor sem um saboroso molho para imersão. Confira a seguir algumas receitas de molhos e temperos populares na culinária chinesa.

Os Ovos na Culinária Chinesa

Os ovos ocupam praticamente o mesmo lugar na cozinha chinesa a na ocidental. Eles podem ser tanto o ingrediente principal em um prato quanto servir apenas de acompanhamento. Os ovos de galinha são os mais comuns usados na culinária em geral, os ovos de pato vêm a seguir, e depois os de ganso.

Um grande cuidado deve ser tomado com os ovos de pato. Eles devem sempre ser bem cozidos e nunca devem ser consumidos crus nem devem ser usados para pratos levemente cozidos, como ovos cozidos, ovos mexidos, panquecas, ovos, etc. Ovos de pombo ficam com a clara transparente quando cozidos, eles são uma iguaria fina para os chineses.

Com toda a atenção da mídia sobre o colesterol encontrado nos ovos, os consumidores muitas vezes perdem de vista o fato de que eles são ricos em nutrientes, são um dos alimentos mais acessíveis que contribuem para uma dieta saudável. Não só os ovos contêm a fonte de proteína da mais alta qualidade disponíveis, mas eles também contêm quase todas as vitaminas e minerais essenciais para os seres humanos.

Os Ovos na Culinária Chinesa

Os Ovos na Culinária Chinesa

A culinária chinesa conta com ovos cozidos, ovos fritos, etc., mas eles não costumam dizer que se trata de algo servido durante um brunch nem são normalmente feitos da mesma forma que pratos ocidentais dos mesmos nomes. Por exemplo, os ovos cozidos ou fritos são geralmente servidos com molho de soja no café da manhã.

Os ovos de pato raramente são consumidos nos países ocidentais, mas são muito apreciados na China. Os ovos chineses costumam ser preparados de uma forma bastante peculiar. Eles são preservados em uma mistura feita com cal, cinzas, argila, limão, etc. São chamados de ovos centenários.

A mistura usada nesse preparo tem um efeito petrificante, fazendo com que o ovo adquira uma aparência de ter pelo menos um século. A casca preta exterior é removida expondo uma gema de cor âmbar e dourada. (Observe na imagem abaixo.) O ovo tem um sabor semelhante a um queijo picante. Ovos de galinha são mais utilizados, apesar de ovos de pato e ganso também servirem.

Ovos centenários podem ser encontrados nos mercados chineses e devem ser mantidos a temperatura ambiente por até duas semanas ou podem ser conservados em geladeira por até um mês. São geralmente comidos crus, no café da manhã ou como um aperitivo. Molho de soja ou gengibre picado fazem um bom acompanhamento. Confira a seguir algumas receitas chinesas que têm os ovos como o ingrediente principal.

A Tradição do Chá Chinês

Segundo a lenda, o chá foi descoberto pelo imperador e inventor chinês Shennong em 2737 aC. Diz-se que o imperador gostava de ter sua água potável fervida antes de beber. Um dia, em uma viagem para uma região distante, ele e seu exército pararam para descansar. Um servo começou a ferver a água para ele beber e uma folha caiu na água. Ela ficou com uma cor acastanhada, mas o fato foi despercebido e apresentado ao imperador de qualquer maneira. O imperador bebeu e achou muito refrescante, e então o chá foi criado.

Foi assim que a China se tornou o país do chá. O chá chinês, junto com sua seda e porcelana, começaram a ser conhecidos no mundo inteiro há mais de mil anos e desde então tem sido importantes produtos de exportação.

A Tradição do Chá Chinês

A Tradição do Chá Chinês

Atualmente mais de quarenta países no mundo produzem chás chineses, os países asiáticos produzem 90% da produção total do mundo. Todas as árvores de chá plantadas em outros países têm a sua origem direta ou indiretamente na China.

O hábito de beber chá se espalhou pelo Japão no século 6, mas não foi introduzido na Europa e América até os séculos 17 e 18. Agora, o número de bebedores de chá no mundo só aumenta a cada dia.

Tipos de Chá

O chá chinês pode ser classificado em cinco categorias de acordo com os diferentes métodos pelos quais ele é processado. Confira a seguir cada um deles e uma breve explicação a respeito.

  • Chá Verde: O chá verde é a variedade que mantém a cor original das folhas de chá sem fermentação durante o processamento.
  • Chá Preto: O chá preto, conhecido como “chá vermelho” na China, é a categoria que tem suas folhas fermentadas antes de serem secas, uma variedade desenvolvida à base do chá verde.
  • Chá Wulong: Isso representa um meio termo entre a variedade do verde e do chá preto, sendo feito após a fermentação parcial.
  • Chá Comprimido: Este é o tipo de chá que é comprimido e endurecido. Como o chá comprimido é de cor preta, é também conhecido na China como “chá preto”.
  • Chá Perfumado: Este tipo de chá é feito através da mistura de flores perfumadas com folhas de chá na hora do processamento. As flores usadas para este fim são a jasmim e a magnólia.

Benefícios do Chá Chinês

O chá tem sido uma das necessidades diárias na China desde os tempos imemoriais. Um número incontável de pessoas gosta de ter a sua xícara de chá depois das refeições.

No verão ou no clima quente, o chá parece dissipar o calor e trazer um frescor instantâneo com uma sensação de relaxamento. Por esta razão, casas de chá abundam nas cidades e aldeias de mercado no Sul da China e fornecem um local agradável para conversar enquanto se saboreia um delicioso chá.

Medicamente, a folha de chá contém diversas propriedades curativas, dos quais 20 ou 30% contem o ácido tânico, conhecido por suas propriedades anti-inflamatórias e germicidas. A folha de chá também contém um alcalóide que funciona como um estimulante do centro nervoso e do processo de metabolismo.

Benefícios do Chá Chinês

Benefícios do Chá Chinês

Chás com os compostos aromáticos podem ajudar na digestão de carne e gordura. É, portanto, de especial importância para as pessoas que se alimentam principalmente de carne, como muitas das minorias étnicas na China. Um provérbio popular entre eles diz: “Prefiro ficar sem sal durante três dias, do que sem o chá por um único dia.” O chá também é rico em várias vitaminas e, para os fumantes, ajuda na descarga de nicotina para fora do corpo.

Entretanto, alguns cuidados devem ser tomados na hora de saborear um delicioso chá. O excesso de ácido tânico irá afetar a secreção do suco gástrico, irritar a membrana do estômago e causar indigestão ou prisão de ventre. Um chá forte tomado imediatamente antes de deitar dará origem a uma insônia ocasional.

Beber chá com frequência pode induzir a distúrbios cardíacos e pressão arterial em algumas pessoas, reduzir o leite de uma mãe ao amamentar, e escurecer os dentes. Para evitar esses efeitos indesejáveis basta não fazer o seu chá muito forte.

Considerações Finais Sobre a Culinária Chinesa

Como podemos ver no decorrer deste artigo a culinária chinesa é bastante rica. Além de ser uma forma mais saudável de se alimentar, a culinária da China oferece um modo de vida.

Gastronomia Chinesa

Gastronomia Chinesa

Ninguém pode entender a cultura de um país sem primeiro ter experimentado sua comida e bebida. Tradições culinárias chinesas se adaptaram de forma livre e fluida de acordo com o tempo. Ao longo de 5000 anos, estas tradições culinárias foram criadas e aperfeiçoadas, e resistiram ao teste do tempo. Por exemplo, o vapor, a base técnica da cozinha, foi amplamente utilizado há centenas de anos. Através do comércio, ingredientes estrangeiros foram agregados às receitas tradicionais chinesas, produzindo pratos excepcionais, incomuns e maravilhosos.

Um prato chinês bem preparado deve aguçar vários sentidos do homem e não apenas o paladar. Suas cores devem ser agradáveis aos olhos, os ingredientes devem ser de tamanho uniforme e devem ser perfumados. Deve haver gostos e texturas contrastantes dentro da refeição, se um alimento é mais suave, deve ser compensado por outro de sabor mais forte. Faça essas deliciosas receitas chinesas em casa e surpreenda a todos com um verdadeiro festival de cores e sabores.

Artigo escrito por Samuel Castro e Heloísa Prado

5 comentários

  1. 0iso e mito intereçente para trabalhos de aula

  2. issoe inportante pra trabalhos

  3. Antonio Donizete de C. Ramos

    Prezado Sr. Samuel Castro: Vc cita em exemplos de pratos típicos da cozinha chinesa “Pato de Pequim” ou é “Gato de Pequim”? – porque no descritivo, vc refere-se ao animal como “bichano”, e até onde sabemos, bichano é um termo usado, unicamente, para gato. Grato.

  4. Pessoal, quem se interessa por comida chinesa, sabe cozinhar, tem experiência na área e está desempregado, esse é o momento! estou procurando um profissional com essas qualidades, aqui para o Ipiranga – SP. Quem quiser, pode enviar curriculo pro meu e-mail!

    Sucesso!
    Liura.

  5. Hola pessoal!!!
    Assim,vou para China mes que vem,gostaria de uns toques de como escolher os meus pratos me China,em ingles eu me viro la???A preocupacao maior e essa do ultimo comentario,gato,cachorro,enfim,ingredientes que realmente nao me agradariam experimentar jamais em minha vida!Respeito a cultura,mais gosto e gosto…rsrsrs Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>