Fígado Suíno Salgado

Carne de Porco Vs Saúde

O consumo da carne de porco, sempre foi muito discriminada, por contaminações, doenças e riscos que podem trazer a saúde, das mais famosas a cisticercose. Seu consumo foi proibitiva mesmo no velho testamento na bíblia sagrada cristã. Mas hoje, tal tipo de proteína está crescendo no mercado e tomando seu lugar ao sol. A carne passou por melhoramentos genéticos, cruzamento controlado e se processo de higienização e controle é altamente averiguado e controlado para que ofereça a qualidade pertinente ao consumidor final.

É sempre muito recomendado verificar a procedência de todos os tipos de carne que são consumidas, de carne branca a carne vermelha. Já que ocorrem situações onde animais são abatidos de forma clandestina, deixando a desejar a qualidade e procedência confiável, pela nutrição do animal e cuidados em questão de higiene e saúde do animal ( precaução quanto a doenças que podem ser passadas quando há o consumo humano).

No quesito alimentação, um dos pontos que mudou fortemente na criação dos suínos, foi tratamento e cuidado com a dieta. Antes estes eram alimentados com lavagem e restos de comida, hoje em dia existem rações especiais, que além de equilibrar os processos orgânicos internos do animal ainda acompanham micronutrientes que atuam na antioxidação e no recolhimento de toxinas no corpo destes.

Hoje esta carne é indicada por nutricionistas, sendo uma ótima opção de carne vermelha. Está classificação, se pararmos para analisar é um pouco curiosa, já que a carne de porco não possui uma coloração tão avermelhada como a carne bovina, porém, apesar de apresentar menor quantidade de hemoglobina da carne de boi, em relação a dieta humana, ainda apresenta um nível consideravelmente alto.

Apesar de muita coisa ter sido modificada, em termos de cuidado, tratamento e higienização, a crença popular contra a carne de porco ainda é resistente, para religiosos ou não, ainda as pessoas têm a crença de que esta carne possui altos índices de colesterol e gorduras ruins. É verdade que em dados cortes da carne possuem muita gordura, porém muitos médicos estão indicando a utilização da gordura de porco para ser utilizada na base da culinária, ao invés de margarina e óleos que possuem ingredientes contaminados, transgênicos. Podemos até mesmo fazer uma analogia com a comida de terreiro, das nossas avós, que colocavam a carne de porco imersa em sua própria gordura e a utilizava na alimentação.

Quanto ao fígado de porco, suas propriedades variam, é rico em fósforo, vitamina k,vitamina B12, vitamina B9, vitamina B7, vitamina B6, vitamina B5, vitamina B3, vitamina B2, vitamina A, zinco e ferro. É um alimento indicado para utilização no auxilio de tratamento ou mesmo para prevenir anemia, e muito recomentado para praticantes de esporte, já que possui altos índices de minerais. Auxilia no crescimento, beneficia o organismo em sua defesa e cicatrização de machucados. Colabora na manutenção dos ossos, dentes e peles saudáveis e ainda pode ajudar os processos que ocorrem no cérebro.

Após uma breve descrição sobre as lendas e benefícios da carne de porco como um todo, vamos as receitas realizadas com fígado de porco salgado. Separamos uma receitinha super abrasileirada para você desfrutar, o famoso fígado suíno acebolado, que também, alternativamente pode ser feito com fígado de boi.

Tirinhas de Fígado Acebolado

  • Porção: 2 Pessoas
  • Tempo de Preparo: 30 minutos
  • Nível: Fácil

Ingredientes

  • 4 bifes de fígado
  • ½ limão
  • 5 dentes de alho amassados
  • Sal a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • 3 cebolas médias cortadas em rodelas
  • 1 colher de sopa de oleo para fritar

Modo de Preparo

  1. Corte os bifes de fígado em tiras.
  2. Tempere-os com os alhos amassados, o suco do meio limão, sal e pimenta do reino.
  3. Corte as cebolas em rodelas.
  4. Numa panela coloque o óleo e antes mesmo de esperar que a panela esquente, entre com as cebolas e espera até que murchem.
  5. Após dar o ponto necessário das cebolas, entre com as tiras de bife já temperada e frite até dar o ponto e sirva.

Dicas

  • Se for de seu gosto, adicione tomates cerejas ao final da preparação e finalize com queijo parmesão ralado.
  • É importante se atentar ao ponto da carne, caso passe, pode amargar por conta do queimando.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Carnes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *