Tipos de Macarrão e Dicas de Preparo

Um belo jantar ou almoço sempre é uma boa opção para juntar família e amigos em volta da mesa, sempre investindo no bom papo e no sabor. Até mesmo receitas mais simples podem deixar o seu dia mais agradável, criando um grande vínculo entre a união e a culinária. Uma ideia que é sempre bem vinda é a preparação de uma bela macarronada! Esta receita italiana pode ser uma das mais simples, clássica se tradicionais, mas não há quem dispense a boa e velha pasta. Além de tudo isso, o macarrão costuma ser muito versátil como receita, já que apresenta vários tipos existentes. Conheça-os aqui neste artigo!

A Origem do Macarrão

Até hoje ninguém sabe ao certo quem foi que inventou o macarrão. Mesmos endo conhecido como um prato típico da Itália, europeu de uma forma geral, há quem diga que os primeiros a preparar uma bela pasta forma os chineses. Existem registros de que a massa tenha sido trazida nas terras orientais até a Itália pelo navegador Marco Polo, que costumava visitar estes locais fazendo comercio. Mesmo assim, já existem pesquisas que apostam que o macarrão já existe faz mais de 10 mil anos, onde povos antigos já costumavam misturar água e farinha, produzindo e fabricando a sua própria pasta.

Da Itália ao Brasil

Mesmo que os chineses tenham entrado nesta história, a pasta é mesmo famosa na Itália, onde milhares de pratos são baseados na receita de uma boa macarronada. Os italianos são os que menos dispensam o prato, seja na janta ou no almoço. Para os nobres italianos, o macarrão é sagrado e já conhecido por ser típico da região, tendo um jeitinho especial de preparo que só a cozinha italiana sabe fazer. Na verdade, foi na Itália que o macarrão começou a receber diferentes formatos, sendo um alimento bastante variado nos dias de hoje. Os italianos também inventaram os molhos e começaram a inventar diversos pratos onde estes se encontravam com o macarrão, gerando uma das receitas mais clássicas que existem na face da terra: o macarrão com molho de tomate. Por mais que o macarrão não tenha sido originado na Itália, foi lá que ele realmente se tornou popular, ganhando uma grande diversidade de modos de preparo.

Depois de tanto rodar a Itália, o macarrão finalmente chegou ao Brasil, pelas mãos dos próprios italianos, que iam imigrando para terras verdes e amarelas desde o século 19.

Variedades

Depois de tanta invenção e uma verdadeira volta ao mundo, o macarrão acabou ganhando mais de 500 variedades diferentes, incluindo os mais longos, curtos, recheados, finos, grossos, furados e achatados. A criatividade é tanta que muitas massas são fabricadas até com a carinha de alguns personagens de desenho, para agradar o público infantil. Existem também os macarrões que possuem cor, como verde, vermelha, pretas e até mesmo cor-de-rosa. Para que elas fiquem dessa forma, acabam sendo preparados com alimentos que lhes dão a cor desejada. Nas receitas são usados legumes como espinafre, tomate, beterraba e a famosa tinta de lula. Com tanta variedade assim, para cada prato específico, usa-se um macarrão e um molho diferente, fazendo com que aquela massa combine com o molho acrescentado.

As variedades de pasta que existem servem para deixar o prato original, criativo e muito mais bonito, servindo para que a união em volta da mesa seja feita em grande estilo. Neste caso, para começar a aguçar a sua imaginação e fazer você preparar aquela boa macarronada para todo mundo, veja os tipos de macarrão que existem, com que molho eles combinam e como você vai poder investir neste prato tão clássico!

Conhecendo os Tipos de Macarrão

1. Massas Longas

As massas longas são ótimas para qualquer ocasião, especialmente quando o assunto é acrescentar molhos diversos. Neste grupo estão incluídos o clássico spaguetti, o Ninho, o Talharim, o Pappardelle, o conhecido como Cabelo de Anjo ou do italiano, Capelli d’angelo.

Para estes tipos de massa, os molhos mais incrementados como o bolonhesa, o branco, o funghi, rose ou de queijo podem ser ótimas opções. Porém, para o cabelo de anjo, o ideal mesmo é utiliza-lo em sopas, sem contar que o mesmo ainda pode ser usado para o preparo de alguns doces. O talharim, por exemplo, fica ótimo com molhos mais concentrados!

2. Massas Curtas

As massas curtas também podem ser misturadas com molhos específicos, mas são ideais para preparar uma bela salada de macarrão, usando maionese e pastas diversas, com atum por exemplo. Além disso, as massas curtas sempre requerem um preparo mais delicado, estando sempre ao dente, que é quando ficam realmente ótimas para preparar ótimos pratos com elas. Neste grupo, estão incluídas as seguintes massas curtas: a tradicional Concha Grande, o famoso gravatinha (Farfalle) , o Parafuso (Fusilli), o Rigatoni e é claro, o clássico Penne.

3. Massas para Sopas

As sopas costumam ser feitas com algum tipo de pasta dentro delas. Por isso, elas estão entre as variedades mais usados para estes pratos mais quentes. Elas podem ser cozinhadas no momento do preparo do resto dos ingredientes para a sopa. Dentre as massas que você pode usar nesta ocasião estão as seguintes: A conchinha, a Argolinha (do italiano, conhecida como Anelli), Letrinhas, Estrelinhas, etc. Para estes, os molhos mais lights costumam ser ideais. Aposte em um bom molho de vegetais ou de carne para preparar um bom prato de massas curtas!

4. Massas Recheadas e Variedades Diversas

As massas recheadas são ótimas para incrementar receitas com molhos mais especiais e que costumam ser bem específicos. Para o preparo das mesmas é preciso alguns cuidados, já que elas cozinham mais rapidamente. O capeletti por exemplo, é uma das massas recheadas mais utilizadas nestes pratos. Uma outro tipo de massa que pode ser preparada com recheio é o rondelli, podendo ser feito a mão ou congelada. A Lasagna, muito clássica e tipicamente italiana, também pode ser considerada uma variedade de massa que pode ser recheada com o que você desejar na hora.

Escrito por Jéssica Monteiro da Silva

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Massas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *