Canapés Variados

Os canapés são verdadeiras estrelas em eventos como casamentos e aniversários, já que é uma entrada fácil de se fazer e ainda agrada uma grande parcela dos paladares. Ele se caracteriza como sendo um pedaço de pão, torrada ou em formatos mais específicos (como um quadrado feito de casca comestível), indo em seu interior, um patê com um sabor característico. Os mais conhecidos, por exemplo, são os patês de atum e patê de peito de peru. Mas, servir os canapés com patê não é uma unanimidade. O bom dessa entrada é que ela, realmente, é bastante flexível, podendo fazer com que aceite diversos tipos de mistura, como caviar, pastas salgadas e, até mesmo, pastas mais adocicadas. Ou seja, depende da criatividade das pessoas.

Além do uso de variados tipos de recheios, a decoração dos canapés também influenciam e muito no interesse das pessoas, já que, como se sabe, nós comemos com os “olhos”. E isso é verdade em parte: quando olhamos para uma comida e está nos desperta interesse, o processo digestivo inicia quase que imediatamente, e o sinal para indicar que o nosso corpo está apto a comer o que olhamos é o processo de salivação, que dizemos popularmente que certo alimento está nos dando “água na boca”.

Esses canapés, geralmente, são consumidos em até duas “bocadas”, ou seja, é apenas um aperitivo para preparar o estômago e o paladar para o que vem mais tarde. Por isso, se você realizar um evento como um casamento ou aniversário, não é necessário abusar na confecção de canapés. Lembre-se que, haverá um prato principal mais tarde e, se os convidados se fartarem já na parte dos aperitivos, a tendência de eles não apreciarem o que ainda falta aparecer é bastante grande.

Aliás, o nome “canapé” tem uma origem francesa, “canappe”. Porém, a receita mesmo veio diretamente da Rússia, onde os seus habitantes tinham (e ainda tem) de oferecer aperitivos antes de uma refeição importante (como o almoço e o jantar): delicadas porções de torradas que eram decoradas com diferentes tipos de recheios.

A essa altura do campeonato, já dá para perceber que o canapé, realmente, faz muito sucesso, sendo esse sucesso duplicado quando ele é confeccionado com amor e afinco. E, como já dito, o canapé faz sucesso com, praticamente, qualquer tipo de receita. E isso está intimamente ligado com o fato de que a torrada (ou o pão) se dá bem com coisas salgadas e, também, coisas mais doces. Então, o uso de vários ingredientes no creme do canapé é bastante comum, criando uma variedade bem grande de recheios, de sabores e, também, de reações dos convidados que apreciam boas combinações.

É válido salientar, também, que existem diversos tipos de canapés, sendo o mais famoso deles o “canapé” frio, que é servido com um paté ou creme resfriado. Geralmente, ele é o preferido por conferir um sabor mais acentuado e, assim, deixar ainda mais contente os convidados. No caso do canapé gelado, é levado em conta os ingredientes comuns para os aperitivos frios que são servidos. Por isso, ingredientes como salsichas, muçarelas, presuntos, entre outros petiscos, que fazem sucesso na famosa “ilha de frios” que está presente em grande parte das festas de casamentos e aniversários.

Alguns buffets têm oferecido diversas formas de como dispor os canapés aos convidados, já que, geralmente, estes são servidos de mesa em mesa pelos garçons. Uma sugestão é colocar os canapés em um prato a parte, e não os misturar com outros aperitivos que por venturam venham a ser servidos juntamente com o canapé, pois pode acontecer que a mistura e a essência de outros aperitivos possam contaminar os canapés e, assim, minar o seu sabor. Uma outra sugestão e que está virando tendência é a “torre” de aperitivos, no qual é colocado um suporte parecido com uma fruteira, com no máximo três andares, e, em cada pavimento, é colocado um aperitivo ou salgado de preferência dos contratantes, para poder, assim, separar os diferentes sabores e não ter problemas na hora de servir.

Sabores De Canapés

Como já dito, os canapés tem uma grande importância nos eventos, por fazer a alegria dos convidados e, em resumo, ser uma entrada com uma grande facilidade de ser preparada.

Uma sugestão para os canapés agridoces é o canapé de carne de porco com chutney, onde a carne suína é conhecida por aceitar bem ingredientes que conferem um sabor mais adocicado à receita. Nesse tipo de canapé, a intenção é fazer com que um filé suíno, bem temperado e cozido (extremamente importante essa ultima condição, já que é de conhecimento os problemas envolvendo a carne de porco malcozida), e, depois, desfiada para se juntar a um chutney de abacaxi para dar um toque mais diferenciado no canapé.

Continuando ainda com os canapés agridoces, uma outra boa pedida são os canapés de queijo com melaço, onde, no caso, os ingredientes usados são bem peculiares, já que não se escuta falar muito sobre uma mistura entre eles: lascas de abóbora, queijo coalho quente e, para finalizar, um melaço feito utilizando o café, sendo que esse melaço não é difícil, e seu preparo pode ser feito no próprio local do evento ou em sua casa.

Pulando para os canapés salgados, o uso de frutos do mar é bastante convidativo, principalmente se o fruto do mar for o famoso camarão. E nesse canapé, o camarão é uma das estrelas, juntamente com um legume, que é de grande conhecimento dos brasileiros: a abobrinha. Nesse caso, você pode inovar, fazendo com que o camarão e a abobrinha sejam cozidos juntos, sendo misturados e servidos em fatias de pepino.

Ainda utilizando a abobrinha, caso você não queira usar proteína animal, pode dar um jeito com esse canapé, que pode ser uma opção para os vegetarianos e veganos: a abobrinha é utilizada como a base do canapé, e , sobre ela, são usados lascas de tomate, que já foram previamente temperadas com os mais variados condimentos (tomilho, manjericão, pimenta do reino, etc.), sendo os temperos os protagonistas para deixar os aperitivos mais saborosos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Petiscos

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • gostaria de receber receitas

    silvia guedes ribeiro 13 de Março de 2012 23:22
  • gostaria de receber receitas
    adorei todas elas

    silvia guedes ribeiro 13 de Março de 2012 23:23

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *