Comida Japonesa

A Culinária Japonesa, Sua História Gastronômica

Um dos fatores que pesam para a compreensão de uma determinada cultura de um pais é entender a sua culinária. A alimentação é inerente ao ser humano em quaisquer condições, e esta varia de acordo com as condições climáticas, o tipo de solo, o tipo de animais que ali habitam, culturas de cultivo, disponibilidade de caças, viveres, pescados e frutos para a coleta, assim todo o tipo e a disponibilidade dos alimentos é um elementos fundamental para o desenvolvimento das sociedades em todos os momentos da história, sendo ela uma preocupação que remonta desde a pré-história até os dias atuais.

Comida Japonesa

Comida Japonesa

Podemos dizer que as comidas típicas do Arquipélago Japonês, passaram por um longo processo até que chegasse ao desenvolvimento de pratos que hoje são admirados no mundo todo como os sashimis, sushis e outros diversos pratos que percorrem o mundo globalizado, trazendo um diálogo de culturas por meio da alimentação. Durante a sua longa história o Japão se apropriou de culturas alimentares de outras partes do mundo introduzindo diversos elementos em sua culinária.

Um alimento importante para exemplificarmos e para pontuarmos um marco do desenvolvimento da culinária japonesa é a introdução do arroz, que data de 2500 a.C., que foi importados de regiões do sul da China e da península Coreana. Com isto a disponibilidade de calorias pôde aumentar a qualidade de vida e o desenvolvimento do arquipélago. Até então as principais fontes de calorias estavam centradas em atividade de caça, pesca e coleta.

O cultivo do arroz se tornou a base da alimentação dos japoneses e perdura até os dias atuais. Este grão é um elemento tão importante na alimentação que a palavra Gohan (arroz) é significada como comida ou uma refeição. Outro exemplo de alimento introduzido no Japão que correu por volta do século 5 quando a economia do país passou a ser centrada no arroz esta passou a não fazer somente parte do dia a dia, mas passou a ser beneficiado e transformado em bolinhos de arroz (Moti) e saquê, prato e bebida muito difundida em momentos comemorativos como as festas de ano novo.

Durante a sua história o Japão absorveu diversos elementos do continente, como o uso kôji que é utilizado como fermento para o mossô e o hasch que são os pauzinhos utilizados como os talheres passaram a ser nas culturas do ocidente. Na metade do século VII os grupos dirigentes do Japão instituíram diversas leis que proibiam o consumo de carne de boi, porco e de diversas aves. Esta proibição não chegou ao frango porém este era um insumo pouco consumido na península. Outras carnes como a do javali e do coelho já eram permitidas em ocasiões especiais.

Barca de Comida Japonesa

Barca de Comida Japonesa

A proteína animal que era mais consumida e oficializada no país era e ainda é o peixe, e assim permitiu que a culinária se desenvolvesse muito voltada para o seu consumo. O Portugueses e os espanhóis chegaram ao arquipélago por volta do século XVI levando o cristianismo e permissão para o consumo de outras carnes como a carne de boi. Foi introduzido doces e as frituras,e assim se tornaram forte influência, introduzindo na cultura alimentar do Japão o uso do milho, batata e outros alimentos oriundos da Europa e América. Durante o Xogunato Tokugawa foi imposto um modelo de culinária tradicional, nesse momento houve o fechamento dos portos e o cristianismo foi banido. Poucas receitas baseadas na carne sobreviveram com destaque para o peixe. Durante o século foram criados restaurantes que já eram um elemento existente em regiões da Europa e da china.

A comida Japonesa é um tipo de culinária que foi desenvolvida durante um longo processo histórico sendo influenciada por mudanças sociais e políticas que ocorreram no país em diferentes períodos, e esta sofreu fortes influências das comidas chinesas e coreanas. A partir do século XX a comida Japonesa passou a se tornar influencia em diversas partes do mundo, considerada saudável devido aos seus ingredientes e modos de preparo. A imigração Japonesa no século XX para o Brasil causou surgimentos de restaurantes de comida japonesa que passaram a ser introduzida a alimentação de muitos brasileiros .

Comida Japonesa no Brasil

A culinária originária do Japão se difundiu durante a década de 1990 no Brasil, principalmente por seus pilares nutricionais e saudáveis. Neste período houve uma proliferação de restaurante japoneses, em especial na cidade de São Paulo. Porém para se adaptar ao paladar brasileiro, as receitas foram sofrendo adaptações. Desta maneira, de forma genérica, existem três tipos de restaurantes japoneses no Brasil, os tradicionais ( tentam manter o máximo de características originais dos pratos japoneses), os restaurantes contemporâneos ( que apresentam releituras gastronômicas preservando ingredientes característicos japoneses) e os restaurantes por rodízio ( são os que mais recorrem ao uso de insumos não tradicionais).

Pratos Mais famosos no Brasil

  • Nigiri (porção de arroz coberto com fatias de peixe);
  • Gunkan ( arroz recheado com peixe e enrolado por alga marinha);
  • Norimaki ( arroz recheado com peixe ou legumes envolto com algas);
  • Temaki ( cone de alga recheado com arroz e peixe cru);
  • Chirashi (arroz de sushi com peixes do mar);
  • Sashimi ( fatias de peixe com shoyu e raiz forte);
  • Sukiyaki (cozido de verduras, cogumelos, carne fatiada);
  • Hot Roll Salmão (Arroz recheado de salmão, creem cheese, envolto em algas, empanado e frito)
 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Japonesa

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *