Culinária Uruguaia

A Culinária Uruguaia

Culinária Uruguaia

Culinária Uruguaia

Devido forte influência da colonização portuguesa, a culinária uruguaia se apoiou nos primeiros anos na forte tradição européia das massas, como o consumo de pizzas, pães, e bolos. Porém com o passar dos anos, a culinária adquiriu sua forma individual e nacional, passando a ter como forte prato os grelhados de carne vermelha, já que o país sempre se destacou na pecuária como atividade econômica.

As raças de gado utilizada no Uruguai para abate são conhecidas como Aberdeen Angus e Hereford,e fazem parte da grande exportação principalmente para a Europa que é caracterizada por dos mais consumidos pratos: o contrafilé uruguaio (bife angosto), que chega a ser muito mais requisitado do que os típicos brasileiros, devido sua enorme tradição já presente na culinária mundial.

A carne bovina como paixão

Pratos

Pratos

Um dos pratos prediletos dos uruguaios é a famosa paella, carne temperada apenas com sal grosso e colocada sobre a grelha no momento certo. Foi trazida pelos espanhóis ainda em períodos de colonização, e até hoje faz sucesso nos muitos restaurantes que servem diversos tipos de comida com a carne vermelha. Essa mesma tornou-se paixão da nação uruguaia e é fonte de grande apreciação pelos consumidores.

Entre os mais variados tipos de carne vermelhas estão os típicos cortes também reconhecidos aqui no Brasil como “especiais”, contudo encontrados com nomes completamente diferentes, como é o caso de assado de Tira(costela), Tapa de Cuadril (picanha), Filet de Lomo (filé mignon), Colita de Cuadril (maminha), entre muitos outros. T

ais carnes são diferenciadas também no modo de assar, já que os uruguaios utilizam de lenha para o churrasco e não de carvão como é costume dos brasileiros, deixando assim a comida com um sabor defumado, característico da região.

Um doce vício

Massas

Massas

Além dos grelhados, o Uruguai ostenta um vício pelas sobremesas que utilizam do doce de leite, o mesmo como já era de se esperar, é bem diferente do Brasil, com uma cor mais escura, de sabor mais apurado e cremoso. Visivelmente consistente faz das sobremesas um ritual uruguaio, que adquire na maioria das restaurantes doces como postres, e alfajores. Do doce de leite também são feitos panquecas, folheados e doces que envolvem massas como as tortas, feitas também com suspiros e frutas cítricas.

Outra característica sobremesa desse país sul-americano são os doces produzidos a partir de nata congelada, daí também a importância do leite bovino como meio de grande abastecimento da população e utilidade em muitos alimentos derivados de sua produção. Assim os produtos lácteos se sobressaem e registram o maior número de sobremesas feitas com a composição do leite.

O chá feito da erva-mate oriunda do povo indígena torna-se um ótimo acompanhamento com as sobremesas, segundo os uruguaios ele é realmente bom para o controle da digestão após o consumo excessivo de carne de vaca, e seu sabor meio amargo é a perfeita combinação para a melhor degustação das sobremesas em geral, desde massas mais pesadas até simples suspiros com doce de leite.

Por: Patrícia Contiero

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>