História da Gastronomia Italiana

Quando se ouve falar em Itália, logo é associado às belezas das cidades e arte italiana. Mas, além disso, uma das características mais marcantes é a sua gastronomia. A cozinha italiana está entre as mais completas, ricas e deliciosas do mundo, principalmente por seus ingredientes característicos da gastronomia regional.

https://www.youtube.com/watch?v=kwh1u04VBU4

História e Heranças Culinárias

Essa diversidade de temperos e ingredientes é resultado da presença de vários povos que povoaram a península Itálica durante os séculos. Cada tipo de povo que habitava deixava seus traços culinários, deixando novos elementos e pratos para serem apreciados por pessoas do mundo todo.

Um dos povos que influenciaram fortemente a culinária italiana foi o povo árabe. Dessa cultura foi incorporada à cultura local, a utilização do açúcar, da canela, do arroz e da berinjela. Além disso, os árabes compartilharam também técnicas para produção de passas e figos secos.

A herança dos espanhóis iniciou-se no século XVII, quando estes traziam produtos trazidos do mundo ocidental (produtos até então não conhecidos no mundo do época). Tais produtos como feijão, tomate, milho, cacau, o rum e café.

Os franceses também puderam compartilhar um pouco de sua culinária no manuseio de utilização de derivados do leite (creme de leite e manteiga), na época de Napoleão Bonaparte. E também formas mais elaboradas de apresentação dos pratos.

Assim, então a culinária Italiana também se tornou “produto” de exportação, quando os imigrantes italianos vinham para América, inclusive Brasil, passando a divulgar seus deliciosos pratos, como spagetti ao sugo e pizza, pratos estes mais famosos de sua culinária.

Cozinha Regional

É complicado falar da cozinha regional da Itália, pois além de diferença cultural gastronômica entre o norte e o sul, existem grandes diferenças até mesmo em cidades vizinhas. Diferenças essas históricas, devido a povos que passaram por ali, ou mesmo por causa do clima.

Ao norte da Itália, há grande predominância de produtos influenciados por franceses, húngaros e austríacos, com presença de produtos derivados do leite. Já ao sul, a influência árabe, onde há forte presença de molho de tomate e carnes. Nas regiões litorâneas, predominam o emprego de peixes, principalmente atum e peixe “spada”. Nas regiões montanhosas são fortes os “funghi” e as caças.

Não poderíamos falar da cozinha italiana sem falar da Cozinha Mediterrânea. A cozinha mediterrânea é presente principalmente na ilhas da Sardenha e da Sicília e na parte meridional.

Itens Presentes da Cozinha Italiana

O sabor marcante dos pratos italianos requer estar acompanhando de um bom vinho que também seja marcante. Por isso, os italianos são rigoroso na escolha do vinho acompanhante. Salames e deliciosos queijos são também itens que fazem parte de qualquer cozinha italiana e que são apreciados em qualquer parte do mundo.

Receitas Italianas

Que tal começarmos com uma das receitas mais tradicionais da Itália? Um delicioso risoto!

O risoto pode ser feito nos mais variados sabores e a dica é sempre misturar texturas de alimentos, algo macio com crocante ou ingredientes mais fortes com outros menos.

Receita 1: Risoto à Moda Italiana

A receita que vamos apresentar é de um risoto suave, risoto de queijo brie com aspargos.

Anote os ingredientes:

  • 2 xícaras (de chá) de arroz arbóreo (é o arroz próprio para fazer risoto, o nosso arroz não serve)
  • 1 colher (de sopa) de azeite extra virgem
  • 3 colheres (de sopa) de manteiga sem sal
  • 1 xícara e meia (de chá) de vinho branco seco (de boa qualidade)
  • 100 gramas de queijo brie
  • 200 gramas de aspargos ou se vendido em embalagem, uma inteira.
  • Queijo parmesão ralado
  • Cebola e alho picadinhos para refogar o arroz
  • Prepare o caldo de verduras para o risoto, para isso será necessário:
  • Folhas de aipo frescas
  • 1 cebola média
  • 1 cenoura grande
  • Sal à gosto

Como fazer o caldo de verduras:

1- Em uma panela aderente coloque a cebola média cortada em 4 partes. De uma mexida para não queimar e quando ela estiver dourada, coloque a cenoura picada em rodelas e as folhas de aipo. Dê uma mexida rápida e encha a panela de água e acrescente o sal. Controle se o sal é o suficiente depois de um tempo de cozimento.

Atenção: o caldo deve ser feito pelo menos uma hora antes de preparar o risoto. Tempo necessário para que a mistura fique no fogo e pegue o sabor das verduras.

Como preparar o risoto de brie e aspargos:

1- Corte em quadradinhos o queijo brie e os aspargos e reserve os dois ingredientes separadamente.

2- Acenda o fogo do caldo de verduras e o deixe baixo, enquanto prepara o arroz.

3- Coloque em uma panela o azeite extra virgem e alho e cebola picadinhos, refogue bem e em seguida, acrescente o arroz. Mexa o suficiente para deixá-lo torrado. Salgue levemente, lembre-se de que o caldo que ele será cozido também está salgado.

4- Quando o arroz estiver refogado no tempero, acrescente o vinho, mexa e em fogo baixo, espere que ele se evapore, quando isso acontecer é hora de acrescentar os aspargos. Coloque dentro mexa e coloque um pouco do caldo de verduras.

5- Mexa e continue observando, quando o caldo estiver quase todo sumido e o arroz ainda estiver duro, coloque mais caldo. Vá “molhando”, sempre aos poucos, até que o arroz esteja cozido.

6- O arroz não deve ficar cozido demais e quando estiver no ponto, acrescente o queijo brie. Mexa mais um pouco e por último coloque a manteiga.

7- Já no prato para ser servido, salpique queijo parmesão por cima ou se preferir, misture o queijo ainda na panela depois de colocar a manteiga.

Receita 2: Pasta de Berinjela

Você também pode fazer uma deliciosa pasta de berinjela da culinária italiana. Mais uma receita simples e muito saborosa. Confira os ingredientes!

Ingredientes para pasta de berinjela:

  • 1 berinjela grande
  • 2 colheres (de sopa) de azeite de oliva extra virgem
  • 2 dentes de alhos picadinhos
  • pimenta-do-reino à gosto
  • 2 colheres (de sopa) de salsinha picadinha
  • 2 colheres (de sopa) de suco de limão
  • 2 colheres (de sopa) de alcaparras
  • Pique 3 filés de anchova em pedacinhos
  • 2 colheres (de sopa) de massa de gergelim

Como fazer:

Um preparo simples e fácil, será necessário deixar o forno preaquecido na temperatura de 250 graus e o tempo para assar a pasta de berinjela é de 30 minutos.

1- Sem retirar a casca faça quadrados com a berinjela.

2- Coloque o azeite na panela e refogue o alho, mexa por três minutos mais ou menos e em seguida, coloque a berinjela para dourar. Sairá o próprio líquido dela e a berinjela deverá ser mantida no fogo até que ele seque por completo.

3- Coloque o liquidificador a berinjela com os demais ingredientes, vá acrescentando aos poucos, um por um, até que se torne uma pasta homogênea. Depois é só conservar na geladeira e usar para comer com pães ou com saladas, assim como fazem os italianos.

Receita 3: Spaghetti a Marinara

Para fechar bem, experimente fazer um spaghetti a marinara, uma tradicional receita italiana. Lembrando que se você quer mesmo provar como a receita é feita na Itália, o macarrão, a pasta para os italianos, não deve ser cozida demais, deve ficar “ao dente”, isto é, um pouco durinha.

Para ficar bem saborosa a receita experimente comprar um macarrão italiano, facilmente encontrado nos supermercados.

Anote os ingredientes:

  • 1 pacote de macarrão (spaghetti) espessura da sua preferência
  • 1 quilo de tomates (retire a semente e a casca) ou se preferir compre “pelatti”, são tomates já prontos, sem casca e sem semente)
  • 1 quilo de mariscos (vôngole)
  • 1 cebola pequena picadinha
  • 2 colheres de sopa de azeite extra virgem
  • 1 copo de vinho branco de boa qualidade seco
  • 1 colher (de sopa) de manteiga sem sal
  • pimenta e sal à gosto
  • Manjericão e salsinha picadinhos à gosto

Aprenda a preparar esse delicioso macarrão italiano:

1- Coloque para cozinhar em uma panela as vôngoles, mas atenção, que elas devem ser muito bem lavadas antes de usar. Elas costumam “guardar” na areia no interior.

As vôngoles deverão ser retiradas da panela quando estiverem abertas. Reserve.

2- Em um outra panela, coloque o azeite e refogue a cebola picadinha, mexa bem e acrescente os tomates, o sal e um pouco da água que serviu para cozinhar as vôngoles, coloque também o manjericão. Deixe essa mistura fervendo por 30 minutos em fogo baixo.

3- Enquando o molho está na panela, retire das conchas as vôngoles e em outra panela, use a manteiga para refogá-las em fogo baixo, em seguida, acrescente o vinho, depois de evaporar, coloque o molho que foi preparado previamente na outra panela junto com as vôngoles.

O molho está pronto, agora prepare o macarrão.

4- Se você comprar o macarrão italiano, siga o tempo estipulado na caixa para cozimento, que pode ser mais ou menos de acordo com a espessura. Normalmente, não são necessários mais que dez minutos para ficar no ponto certo.

5- Quando cozido, escorra o macarrão e coloque no molho, aqueça e sirva.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Italiana

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • amei esse site, muito bom

    tatiana cristina de souza oliveira 17 de agosto de 2010 11:24
  • ADOREI ESSE SITE,ESTOU FAZENDO GASTRONOMIA E CULTURA(CAPACITAÇÃO EM TURISMO ON-LINE),PRETENDO FAZER HOTEC!!!…SITE COMO ESSE EU QUERO ACESSAR,FICAR MAIS ATUALIZADO ;POIS A GASTRONOMIA É ESTAR SEMPRE BUSCANDO INOVAÇÕES EM MATÉRIA DE COMIDA.OK????….PARABÉNS!!!!

    RUI C. SACRAMENTO 23 de agosto de 2010 18:46
  • amo a culinaria, por isso estou fazendo o curso de capacitaçao em turismo (gastronomia e cultura) e esse site nos ensina muito em nosso estudo.
    parabens!!!!!

    Elany 24 de agosto de 2010 11:23
  • Sou descendente de italianos,faço alguns pratos em casa. mas muitas coisas estou aprendendo neste curso e como a cultura italiana conseguiu adentrar-se em nossa alimentação. este curso é sem dúvida muito proveitoso. parabéns.

    Valquiria 1 de setembro de 2010 15:26
  • Estou cursando Gastronomia e Cultura e realmente gostei muito esse site.
    Muito legal!

    zulange 24 de setembro de 2010 0:59
  • Fantástico! estou aproveitando muito.
    Obrigada!

    Gade 8 de outubro de 2010 15:02
  • Prabéns, é um sucesso esse site, gostei mais que demais, estou fazendo o curso de Gastronomia e cultura(Capacitação em turismo) e comfesso que peguei otimos conhecimento com esse site, sem contar que adoro cozinhar.

    Silvana Araujo 23 de outubro de 2010 19:35
  • Estudo gastronomia na unisuam e estou fazendo o curso de gastronomia e cultura (capacitação em turismo) e achei esse site muito interessante .testem a receita de torta de banana gelada.
    Delicía!!!!!!!!!!!!

    Meiry Hellen 10 de novembro de 2010 17:02
  • cristina 26 de maio de 2011 22:09
  • nossssa que horror
    vcs nao sabe nem escolher site
    só pq tem comida bando de esfomiado
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    é brincadeira

    solange 23 de julho de 2012 19:00
  • estou apreciando bastante este site, parabens e espero que continuem a fazer destas coisas 🙂

    gato com sono 31 de outubro de 2012 15:14
  • Muito bom. Adoro a culinária italiana, inclusive já escrevi sobre sua história no meu site também. Além da Itália ter criado uma cultura gastronômica muito unica, ela importou seus ingredientes e pratos típicos para todo mundo. Sua influência pode ser notada em qualquer canto do mundo.

    Cesar 5 de dezembro de 2012 12:06
  • AOS OS@S AMIGOS@S!

    NomeNIVALDA 1 de janeiro de 2013 20:48
  • Adorei todas as culinárias

    KAMYLLA AMELIA 28 de abril de 2014 16:50

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *